10/08/2016

DOÇURA.

Somente quem consegue driblar a raiva,
embora ela seja presente, embora ela seja natural,
é quem consegue vencer o rival!
Quem dribla a raiva consegue a doçura 
necessária para reverter situações
que muitas vezes nos parece 
que a culpa é sempre do outro.
Vulnerabilidade é o que faz as pessoas 
se solidarizarem,
pois elas querem ajudar, amar, se doarem,
mas ao vaidoso e orgulhoso isso não acontecerá!
Buscar proteção é preciso capacidade
de aprender a raiva vencer!
Seja doce, seja leve, seja cauteloso,
pois nessa de ser vulnerável,
há os aproveitadores que buscam
culpados e vítimas 
para descarregarem
suas raivas!
Seja doce, mas com 
conscientização!
Pé no chão meus irmãos!

Ivone



24 comentários:

  1. Ivone é difícil controlar a raiva,mas talvez se conseguirmos fará um bem enorme ao nosso ser.Mais dóceis e serenos nos libertaremos desse sentimento que não deveria existir.
    Muito bom o seu poema.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  2. Pés no chão sempre! Até pra voar, precisamos equilíbrio e doçura...bjs, lindo dia! chica

    ResponderExcluir
  3. Muito bom, Ivone, a raiva não leva a lugar nenhum, aliás leva, sim! Faz mal à quem sente. A doçura é encantadora, transmite paz. O que gera a raiva são profundas mágoas. A vida não deveria ter espaço a esse sentimento tão agressivo, tão devastador. Ainda bem que não cultivo isso.
    Beijo, querida! Gostei!!

    ResponderExcluir
  4. Lindo texto como sempre.

    Beijo
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  5. Ser doce, sem ser melado - o meio termo - é infalível para transmitirmos segurança e certo conforto em determinadas situações.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. A raiva só faz mal, para quem transmite e para quem recebe!
    Precisamos mesmo de muita doçura, e os pés bem fincados no chão!
    Texto de grande sabedoria, Ivone!
    Tenha uma feliz noite!
    Beijos,
    Mariangela

    ResponderExcluir
  7. A raiva é mesmo um sentimento negativo,
    tanto para quem a sente como para quem
    é a vítima da pessoa raivosa. E como é difícil
    vencer esse sentimento, que quase sempre
    se instala quando nos sentimos frustrados.
    Esse é um tema para muita conversa.
    Abraço, Ivone.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo Pedro, a raiva na medida certa é natural, até as crianças sentem raiva, todo mundo já sentiu ou sente e sentirá, nem adianta conversar com a pessoa nessa hora, tem de deixar passar.
      Agora, viver sempre com raiva de tudo e de todos é que é patológico!
      Abraços apertados meu amigo!

      Excluir
  8. Adorei Ivone! E veio numa hora em que eu refletia sobre a raiva mesmo. Olha que legal, sincronicidade. Como a raiva pode ser prejudicial, se não soubermos direcioná-la, lidar de maneira mais funcional neh? Sigo no Aprendizado, e a Vida nos mostra tudo que precisamos saber! Um beijo e Gratidão! *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha amiga Aninha, como eu disse ao Pedro, a raiva é natural, até as crianças sentem, elas esperneiam gritam e nem adianta falar com elas nessa hora, tem de deixar extravasar, mas em adultos, ah, vira uma bola de neve e nem sempre se pode contornar.
      Aquela frase que diz "conte até dez" funciona, pois depois há como voltar a falar sobre esse sentimento sem muita afetação!
      Com dizes aqui, é preciso saber direcioná-la!
      Obrigada pelo carinho da visita minha amiga, seu comentário por aqui é muito importante para mim!
      Abraços apertados!

      Excluir
  9. Belas palavras com sabedoria Ivone, precisamos nos guardar e salvaguardar. Há quem quer nos ver para baixo. Temos nossas forças, nossas potencialidades que devem ser canalizadas no sentido de nos tornar blindados às mazelas desta vida.
    Gostei.
    Meu terno abraço.
    Bjs de paz amiga.

    ResponderExcluir
  10. OI IVONE!
    TEM PESSOAS QUE TEM ESSA DOÇURA NA ALMA E A REFLETEM NO OLHAR.
    BONITO DEMAIS.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Ivone
    Raiva não; mas não deixo "barato"; sou do signo de leão, a explosão é na hora, depois passa e esqueço
    Beijos no coração
    Minicontista2

    ResponderExcluir
  12. A raiva mesmo que por vezes não conseguimos contê-la é um sentimento ruim que nos ataca em momentos de ódio, contê-la nos indica uma evolução espiritual e nos dá a certeza que sentimentos assim não devem estar em nosso coração, parabéns pelo tema...

    ResponderExcluir
  13. Querida Ivone
    Jamais alguém ganhou por se enraivecer, portanto devemos ter sempre a humildade de saber esperar o tempo de ter razão, porque tarde ou cedo, ela se manifestará. A raiva é o modo de perdermos essa razão.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. A raiva se combate com carinho e amor. A raiva é passageira, não devemos deixar que a raiva se transforme em mágoa.
    Obrigado pelo carinho demostrados em seus comentários.

    Abraço

    ResponderExcluir
  15. Bom dia querida Ivone.. a raiva corrói.. transformar ela dentro de nós nos trona melhores, mais positivos.. já tive meus problemas com ela anos atrás... hj mais em paz ainda bem bjs e feliz sempre

    ResponderExcluir
  16. Ivone,
    Seu poema é verdade.
    Pois muitas vezes estarrecedor é
    o tempo da nossa razão.
    Feliz por começar a nova semana
    lendo você aqui.
    Bins
    Catiaho Alc.

    ResponderExcluir
  17. Cara amiga Ivone, acho que a principal característica do fraco é buscar culpado para todas as situações. Vemos todo dia situações cotidianas em que a raiva e a fúria estão presentes e até diante da menor contrariedade nervos a flor da pele explodem
    Um abraço. Tenhas, sei que terás, uma linda semana.

    ResponderExcluir
  18. Oi Ivone,
    Doçura? Me pisam como formiga e tenho que ter doçura, tenho raiva e tenho o acerto de contas. Você sabe.
    Beijos
    Minicontista2

    ResponderExcluir
  19. Olá amiga Ivone ótimo texto. A raiva já que todos temos é importante dominá-la para que não se transforme em rancor, ou sentimento de vingança, o melhor é acalmá-la contando até 20 ou 100, até que ela passe, socar uma almofada, algo assim, raiva deve ser igual vontade, dá e passa.

    beijinhos, Léah

    ResponderExcluir
  20. Querida amiga, Ivone!
    Doçura e pé no chão! Eis a fórmula do bem estar!
    Exercitar a suavidade pode ser um processo demorado, porém compensador!
    Adorei ler aqui!
    Beijo carinhoso!

    ResponderExcluir
  21. Lindo, Ivone!
    Abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderExcluir

Meus amigos e visitantes, obrigada pela visita, se quiserem comentar ficarei muito feliz em ler, visitarei a cada um em forma de retribuição pela amizade que pra mim é fundamental, beijos e abraços apertados!

Ivone H Sato