12/08/2015

TERNURA.

Aos pouquinhos vai se indo
o nosso inverno que,
nem sabemos o definir,
se calor ou frio, só não chove
e as coisas estão sem controles,
tanto o tempo quando os ânimos!
Meu quintal está lindo,
tudo querendo brotar,
as florzinhas do limoeiro,
as da pitangueira, jabuticabeira,
romãzinhas lindas,
até a parreira está soltando seus brotinhos!
Temos canteiros de hortaliças,
as belas orquídeas,
tudo junto e misturados
sem nenhum preconceito,
vão cada qual dando o seu jeito!
Amo tudo isso, me distraem,
me inspiram,
me fazem sentir que a vida tem sentido sim!
A Vida canta a sua canção,
atinge corações 
que estão ligados no Belo,
no simples,
no eternamente terno!

Ivone






14 comentários:

  1. Ivone, e em falar em coração, brotos, flores e estações, quero lhe desejar um bom dia e convidá-la para dar uma passadinha no vozes. Tenho poema novo por lá. Um abraço, bem vinda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo querido, enquanto estavas vindo aqui eu estava indo lá, pois é cruzamos as visitas e foi com muito prazer que te li!
      Abraços apertados!

      Excluir
  2. Lindo
    dia, Ivone!!!!!!!!!!! Bjksssssssssss

    ResponderExcluir
  3. Essas pequenas coisas nos encantam a vida mesmo! Lindo te ler! bjs, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada amiga Chica, seu carinho por aqui é muito bom!
      Abraços apertados!

      Excluir
  4. As "pequenas" grandes coisas da vida que a tornam tão bela.
    Lindo pensar!
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade amiga Maria, temos de fazer a vida ficar leve e bela, eu faço, sempre há muita inspiração, sonhar e fazer acontecer!
      Abraços apertados!

      Excluir
  5. Oi Ivone,
    Eu tenho um quintal enorme todo ladrilhado, dó o jardim com gram e coqueiros. a outra casa que está alugada tem um terreno grande e nunca ninguém plantou nada.
    Sua postagem me deu saudade de uma casa que morei em Santo André, tinha um terreno grande, plantei de tudo, depois compramos nossa casa e saímos do aluguel.
    Beijos
    Dorli Ramos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh Dorli, meu quintal também é ladrilhado, mas tenho muitos grandes vasos, eles nos dão o prazer de poder ver nascer lindas plantas, ainda por cima moro no coração de Sampa, capital poluída, mas há sempre como nos virarmos e fazermos a vida por aqui ficar linda!
      Abraços apertados!

      Excluir
  6. Pequenas e maravilhosas bj Lisette.

    ResponderExcluir
  7. Que lindo, amiga! Pois é, aqui também não tivemos inverno, nem um friozinho dando uma esticada deu pra sentir. E não tenho quintal, então só fiquei a imaginar você plantando, colhendo, fazendo tudo com amor. Só tenho sacada! Bem que dessa altura vejo todos os Jacarandás e Ipês da minha rua. Mas não colho uma florzinha...rs
    Beijo grande, amiga.

    ResponderExcluir
  8. Encantador! Já chamei o moço pra limpar o meu quintal.
    beijogrande

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo meu amigo poeta, limpar o quintal para esperar a linda primavera, não demore, logo estará aí, o tempo parece que voa, nossa, nem sei se isso é bom ou ruim!!!
      Abraços apertados!

      Excluir
  9. Essa estação está tão estranha.

    bjokas =)

    ResponderExcluir

Meus amigos e visitantes, obrigada pela visita, se quiserem comentar ficarei muito feliz em ler, visitarei a cada um em forma de retribuição pela amizade que pra mim é fundamental, beijos e abraços apertados!

Ivone H Sato