22/11/2011

BENS VERDADEIROS!

Toda alegria advém da alma
se essa não há, nada há!
Todo o conforto advém da alma 
Sem essa sensação de paz 
nada há para compartilhar!
Todo bem material é bem material
passa sem deixar sinal!
Bem da alma e do espírito  
eterno, isso sim tem valor enfim!!!
Meu coração está em aflição!
Mas é por eu ser mesmo assim, 
com bens da alma em estado de alerta!
 Ah, como quero bem meus bens!
Ah, como quero bem meus 
bens verdadeiros! Ah, como e como!


Ivone H Sato


2 comentários:

  1. Esses, Ivone, são os únicos bens que devemos cuidar! Os da "alma"! Abraço, Célia.

    ResponderExcluir

Meus amigos e visitantes, obrigada pela visita, se quiserem comentar ficarei muito feliz em ler, visitarei a cada um em forma de retribuição pela amizade que pra mim é fundamental, beijos e abraços apertados!

Ivone H Sato